Dia-a-dia

A direita raivosa saiu do armário

Share

Estava em silêncio, metida, encabulada e desolada no armário de suas confidências e inconfidências, emudecida diante da presença social de governos identificados com os anseios do povo por efetivas medidas que lhe dessem plena e merecida satisfação a seus históricos desejos.

Pois essa direita raivosa viu nas eleições presidenciais o melhor momento para deixar o armário e balançar, sem pudor, sua mal contida ferocidade publicamente.

Contando com a liderança de uma imprensa também frustrada em seus objetivos, lançaram-se endemoniados contra a democracia, na suposição de que alcançariam, sob o aparente comando de uma triste figura, velho nas ideias mas de aparência jovem, a presidência da República. Faltava-lhes, além da eficácia fática, a força ética indispensável em qualquer relacionamento humano. Enfim, aguardava-lhes um definitivo e melancólico fim.

Melhor voltarem para o armário, de onde nunca deveriam ter saído.

Acabou, fascismo dentro ou fora do armário nunca mais.

Mas, companheiras e companheiros, é bom ficarmos alertas, criando na prática o Conselho Popular proposto pela presidenta Dilma mas cassado pelo Congresso Nacional, mesmo sendo suporte indispensável para garantia dos direitos dos trabalhadores.

PS: E o Ministro Gilmar Mendes? Olho nele, democratas. Sua intervenção no Supremo Tribunal Federal contra o legítimo e constitucional direito de a presidenta Dilma Rousseff nomear futuros ministros naquele tribunal é indesejável ato de terrorismo institucional.
Rio de Janeiro, 06 de novembro de 2014.

Share

Mais da seção Dia-a-dia

Agito das estruturas romanas

Vaticano realizou o Sínodo das Famílias com o tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. Foto: Operamundi.

De 5 a 19 de outubro de 2014, o Vaticano realizou o Sínodo das Famílias com o tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. O evento consistiu na reunião de bispos, padres e leigos com o intuito de discutir pontos doutrinários ou temas pastorais, a exemplo da homossexualidade, divórcio, segunda união, pedofilia, poligamia, dentre outros assuntos acomodados no advento da modernidade. Leia mais »

Marcelo Salles: O voto consciente dos médicos no segundo turno

guevara_medicos

Hoje é um bom dia para falar sobre médicos. Há 47 anos era assassinado o médico Che Guevara, por determinação do governo dos EUA. Três palavras aqui: Médico, Guevara e EUA. Reparem que o Che não morreu de causas naturais, ele foi assassinado. O cenário era de guerra fria e a vida não era fácil para quem se opunha aos interesses dos EUA, que promoveram ou apoiaram dúzias de golpes de Estado no continente americano. Leia mais »

A luta agora é pela alimentação adequada

chico menezes

“O compromisso agora é para além do mínimo, é por uma alimentação saudável e adequada para todos os brasileiros”, enfatizou. Chico Menezes -ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), pesquisador no Ibase e Action Aid Brasil – deixou claro que o debate da segurança alimentar deve ser aprofundado, em um momento no qual a obesidade, por exemplo, cresce entre todas as camadas sociais brasileiras. E faz uma análise que separa o joio do trigo nas políticas públicas. Leia mais »

Um novo paradigma social provocado pelas novas tecnologias de informação e comunicação (TIC)

A mídia e sua influência sobre a sociedade / Fonte: Internet

Difícil pensar o mundo atual sem levar em consideração a importância das mídias globais e sua influência sobre a sociedade. Há algumas décadas, os meios de comunicação convencionais ocupam um lugar de grande importância na sociedade. É impossível pensar no mundo globalizado sem refletir acerca das grandes corporações midiáticas espalhadas pelo mundo. Leia mais »

Robin Williams, um herói cômico

robin willians

Recebo com pesar, tristeza a notícia da morte do ator e comediante Robin Williams. Ator que trás para si uma quantidade de títulos e belas interpretações. Várias delas marcaram minha vida. Posso contar os filmes que assisti, seus temas e o que despertaram em mim cada qual. Impossível, não lembrar de: “A sociedade dos poetas mortos” (1989), ou “Patch Adams – O Amor é Contagioso” (1998), ou de “O Homem Bicentenário”(1999)… Leia mais »