Arquivos do autor: Redação

Manifesto em Defesa da Vitória nas Urnas, contra Joaquim Levy e Kátia Abreu

Share

Da Revista Fórum

Assine aqui o Manifesto em Defesa do Programa Vitorioso nas Urnas

A campanha presidencial confrontou dois projetos para o país no segundo turno. À direita, alinhou-se o conjunto de forças favorável à inserção subordinada do país na rede global das grandes corporações, à expansão dos latifúndios sobre a pequena propriedade, florestas e áreas indígenas e à resolução de nosso problema fiscal não com crescimento econômico e impostos sobre os ricos, mas com o mergulho na recessão para facilitar o corte de salários, gastos sociais e direitos adquiridos.

A proposta vitoriosa unificou partidos e movimentos sociais favoráveis à participação popular nas decisões políticas, à soberania nacional e ao desenvolvimento econômico com redistribuição de renda e inclusão social.

A presidenta Dilma Rousseff ganhou mais uma chance nas urnas não porque cortejou as forças do rentismo e do atraso e sim porque movimentos sociais, sindicatos e milhares de militantes voluntários foram capazes de mostrar, corretamente, a ameaça de regressão com a vitória da oposição de direita.

A oposição não deu tréguas depois das eleições, buscando realizar um terceiro turno em que seu programa saísse vitorioso. Nosso papel histórico continua sendo o de derrotar esse programa, mas não queremos apenas eleger nossos representantes políticos por medo da alternativa.

No terceiro turno que está em jogo, a presidenta eleita parece levar mais em conta as forças cujo representante derrotou do que dialogar com as forças que a elegeram.

Os rumores de indicação de Joaquim Levy e Kátia Abreu para o Ministério sinalizam uma regressão da agenda vitoriosa nas urnas. Ambos são conhecidos pela solução conservadora e excludente do problema fiscal e pela defesa sistemática dos latifundiários contra o meio ambiente e os direitos de trabalhadores e comunidades indígenas.

As propostas de governo foram anunciadas claramente na campanha presidencial e apontaram para a ampliação dos direitos dos trabalhadores e não para a regressão social. A sociedade civil não pode ser surpreendida depois das eleições e tem o direito de participar ativamente na definição dos rumos do governo que elegeu.

Confira a lista com as primeiras adesões:

LUIZ GONZAGA BELLUZZO – FACAMP/UNICAMP
JOÃO PEDRO STÉDILE – MST
LAURA TAVARES SOARES – UFRJ
LEONARDO BOFF – Teólogo
JOAQUIM ERNESTO PALHARES – Jornalista
LAURINDO LEAL “LALO” FILHO – USP
PEDRO PAULO ZAHLUTH BASTOS – UNICAMP
ANDRE SINGER – USP
JOSÉ ARBEX JR – PUC/SP
IVANA JINKINGS – Diretora Editorial
IGOR FELIPPE – Jornalista
PAULO SALVADOR – Jornalista
ALTAMIRO BORGES – Militante Político
ROSA MARIA MARQUES (PUC-SP)
VALTER POMAR – Militante do PT
MST – Movimento Dos Trabalhadores Sem Terra
FORA DO EIXO
MÍDIA NINJA
REDE ECUMENICA DA JUVENTUDE (REJU)
CENTRO DE MÍDIA ALTERNATIVA BARÃO DE ITARARÉ
GILBERTO CERVINSKI – MAB – Movimento Dos Atingidos Por Barragens
WLADIMIR POMAR – Analista político e escritor
ANDREA LOPARIC – USP
BRENO ALTMAN – Jornalista
ALFREDO SAAD-FILHO (SOAS – UNIVERSIDADE DE LONDRES)
MARIA DE LOURDES MOLLO (UNB)
NIEMEYER ALMEIDA FILHO (UFU)
CARLOS PINKUSFELD (UFRJ)
MARCELO PRONI (UNICAMP)
PEDRO ESTEVAM SERRANO – PUC/SP
PEDRO ESTEVAM DA ROCHA POMAR – Jornalista
GENTIL CORAZZA (UFRGS)
RUBENS SAWAYA (PUC-SP)
PEDRO ROSSI (UNICAMP)
CONCEIÇÃO OLIVEIRA – Educadofra e blogueira
LUIZ CARLOS DE FREITAS – UNICAMP
LUCIO FLÁVIO RODRIGUES DE ALMEIDA – PUC-SP
CAIO NAVARRO DE TOLEDO – UNICAMP
MARIA A. MORAES SILVA – UFCAR E UNESP
JOYCE SOUZA – Jornalista
EDUARDO FERNANDES DE ARAUJO – UFPA
LUIZ CARLOS PINHEIRO MACHADO – UFRGS – UFSC – UFFS
ANA LAURA DOS REIS CORREA – UNB
MONICA GROSSI – UF de Juiz de Fora
DANIEL ARAUJO VALENÇA – UFERSA
MARCIO SOTELO FELIPPE – Advogado
DEBORA F. LERRER – CPDA/UFRRJ
HORACIO MARTINS DE CARVALHO – Militante Social
GERALDO PRADO – UFRJ
ANTONIO MACIEL BOTELHO MACHADO –
JUAREZ TAVARES – UERJ
CLARISSE MEIRELES – Jornalista
HELOISA FERNANDES – Socióloga/SP
ARLETE MOYSÉS RODRIGUES – UNICAMP
HELOISA MARQUES GIMENEZ – UNB
FLAVIO WOLF AGUIAR – USP
FERNANDO MATTOS (UFF)
BRUNO DE CONTI (UNICAMP)
JOSÉ EDUARDO ROSELINO (UFSCAR)
ARIOVALDO DOS SANTOS – FEA/USP
LEVANTE POPULAR DA JUVENTUDE

Share

Em São Gonçalo, famílias lutam por moradia

ocupacao zumbi

Mais de perto, surgem as singularidades das mais de 400 histórias de vida que se embaralharam em uma área de cerca de 60 mil m²: alguns desenhos de crianças já decoram lonas pretas, carrinhos de bebê são empurrados pela grama, bonecos, sofás, marmitas prontas para a noite e muitas expectativas. São barracos improvisados para famílias que, há uma semana, estão instaladas em um terreno abandonado na Avenida Santa Luzia, no Jardim Catarina, em São Gonçalo Leia mais »

Política, manifestações e o pensamento conservador no Brasil – Parte II

Para dar o sentido e o rumo político desejado aos protestos sociais com um viés de questionamento e reivindicação por direitos sociais básicos, e não criar palco para preconceitos e grupos de ode a “intervenção militar”, talvez tenhamos que despender muito mais tempo do que imaginamos fazendo política e estimulando canais de debate com participação social nas mais diferentes frentes, além das redes sociais, e se preparar para mais um momento de resistência e disputa dos rumos do conjunto de mobilizações sociais que estão por vir aí. Leia mais »

O pensamento da elite nas eleições

A eleição desse ano passou de todos os limites em todos os sentidos. Foi a mais disputada, incerta, emocionante e suja já vista na história desse país. Uma vergonha nacional, uma tragédia social e moral. Não vou dizer que prefiro esse ou aquele, mas venho refletir sobre o que realmente incomoda essa classe média tão “politizada”, “educada” e “injustiçada”. Leia mais »

Será que valeu a luta?

Passada as eleições gerais, já sabemos quem tomara posse a partir de 2015 no Palácio do Planalto e alguns Estados. O principal motivo que chama atenção é a nova composição do Congresso Nacional. A Câmara dos Deputados no próximo ano legislativo conta com a entrada de 223 novos deputados ou a renovação de 43%,ou seja: nada de novo. Leia mais »

Agito das estruturas romanas

Vaticano realizou o Sínodo das Famílias com o tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. Foto: Operamundi.

De 5 a 19 de outubro de 2014, o Vaticano realizou o Sínodo das Famílias com o tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. O evento consistiu na reunião de bispos, padres e leigos com o intuito de discutir pontos doutrinários ou temas pastorais, a exemplo da homossexualidade, divórcio, segunda união, pedofilia, poligamia, dentre outros assuntos acomodados no advento da modernidade. Leia mais »