Arquivos do autor: Redação

O pensamento da elite nas eleições

Share

Por Chalita Alves Accon

A eleição desse ano passou de todos os limites em todos os sentidos. Foi a mais disputada, incerta, emocionante e suja já vista na história desse país. Uma vergonha nacional, uma tragédia social e moral. Não vou dizer que prefiro esse ou aquele, mas venho refletir sobre o que realmente incomoda essa classe média tão “politizada”, “educada” e “injustiçada”.

Sinto que o que mais incomoda esse grupo social, que hoje está gritando pelos quatro cantos o quanto odeia aqueles que não pensam igual a ele, não é a corrupção. Não tem lógica nenhuma repudiar um governo corrupto e apoiar uma oposição, que já foi governo, tão corrupto quanto. Não consigo acreditar que esse eleitor realmente acreditava que o candidato do PSDB era a solução desse país, e que ele era um santo salvador e imaculado.

Um homem envolvido em escândalos de arrepiar a espinha, independente de sua vida pessoal, mas escândalos políticos, reais e provados. Um candidato que faz parte do partido mais barrado pela ficha limpa. Um candidato do partido envolvido no maior escândalo de desvio de dinheiro em obra pública no maior estado do país. Um candidato do partido do governo que domina há mais de 20 anos um estado, que rouba, deixa seus eleitores na seca e mesmo assim permanece no poder. Não tem lógica esse eleitor criticar a reeleição de Dilma e permanecer com um governador que rouba, não cuida dos seus, e finge que não é com ele. Que tira do Senado um homem de vida política íntegra, e coloca no lugar um corrupto acobertado por uma mídia elitista e mentirosa.

O que incomoda esse eleitor é que o povo, a massa, está mandando em sua vida agora. Que o pobre não é só empregado e servidor de suas vontades. O que incomoda é que na universidade o seu filho lindo, branco e “educado” divide espaço e tem que disputar com o pobre favelado. O que incomoda é o pobre receber ajuda do governo para criar seus filhos e comer melhor, é o pobre ter acesso aos mesmos lugares, produtos e ter que esbarrar com ele no Shopping comprando e invadindo seu espaço sagrado de consumo.

Esse eleitor diz que o bolsa família é para manter o pobre na pobreza, mas mantém seu filho em escola particular, de carro zero, mesada e cartão de crédito sem trabalhar. Esse mesmo eleitor não acha errado filha de militar ser sustentada pelo governo durante toda a vida, mesmo fraudando e burlando o sistema. Acha um absurdo a corrupção, mas suborna o funcionário do DETRAN pra passar o seu carro na vistoria. Anuncia na rede social aonde tem blitz da Lei seca para ajudar os criminosos que dirigem bêbados, sonegam impostos e praticam vários outros crimes como xenofobia, racismo, injúria, calúnia e difamação. Então, pra mim, o problema não é a corrupção: é o simples fato de se sentir acuado por estar perdendo o poder que acha que tem. O problema não é o roubo, o problema é quem é o ladrão. A elite rouba, e está tudo bem. Está tudo em casa, resolvido e justificado.

(*) Chalita Alves Accon é estudante da Unirio.

Share

Será que valeu a luta?

Passada as eleições gerais, já sabemos quem tomara posse a partir de 2015 no Palácio do Planalto e alguns Estados. O principal motivo que chama atenção é a nova composição do Congresso Nacional. A Câmara dos Deputados no próximo ano legislativo conta com a entrada de 223 novos deputados ou a renovação de 43%,ou seja: nada de novo. Leia mais »

Agito das estruturas romanas

Vaticano realizou o Sínodo das Famílias com o tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. Foto: Operamundi.

De 5 a 19 de outubro de 2014, o Vaticano realizou o Sínodo das Famílias com o tema: “Os desafios pastorais da família no contexto da evangelização”. O evento consistiu na reunião de bispos, padres e leigos com o intuito de discutir pontos doutrinários ou temas pastorais, a exemplo da homossexualidade, divórcio, segunda união, pedofilia, poligamia, dentre outros assuntos acomodados no advento da modernidade. Leia mais »

A luta agora é pela alimentação adequada

chico menezes

“O compromisso agora é para além do mínimo, é por uma alimentação saudável e adequada para todos os brasileiros”, enfatizou. Chico Menezes -ex-presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), pesquisador no Ibase e Action Aid Brasil – deixou claro que o debate da segurança alimentar deve ser aprofundado, em um momento no qual a obesidade, por exemplo, cresce entre todas as camadas sociais brasileiras. E faz uma análise que separa o joio do trigo nas políticas públicas. Leia mais »

Indígenas: Em carta aos presidenciáveis, Apib cobra fim de 514 anos de opressão

indios congresso

Ao invés de efetivar os direitos indígenas assegurados pela Carta Magna (Artigos 231 e 232), sucessivos governos tem se dobrado aos interesses do capital, dos setores vinculados ao agronegócio, às mineradoras, às madeireiras, às empreiteiras e grandes empreendimentos que impactam as terras indígenas, e outros tantos empreendedores, que visam a apropriação e exploração descontrolada dos territórios e das riquezas neles existentes: os bens naturais, os recursos hídricos, a biodiversidade, o patrimônio genético e os conhecimentos e saberes milenares dos nossos povos. Leia mais »